portal Casa e Cia
Casa&Construção  
 
Reportagens

Boas Ideias
Organização e beleza
Estantes não são apenas móveis comuns, mas sim importantes peças que organizam e podem definir o estilo da casa

Texto: Ricardo Gallo


Foto: Ricardo Breda

Estante é um móvel que só serve para guardar coisas? É muito mais que isso. Essas peças também podem ser importantes objetos de decoração e ainda ajudar a valorizar o estilo arquitetônico do imóvel. Há modelos para todos os gostos: clássicas, neoclássicas, futuristas... É só definir seu estilo e encomendar o projeto a um especialista.

Muitas pessoas acreditam que as estantes não devem ocupar toda a área da parede. No entanto, existem muitos modelos interessantes que podem, sim, cobrir todo o espaço, valorizando - e muito - uma parte específica do ambiente. Para isso, é necessário que o móvel siga o estilo de decoração adotado para o local.

Além de garantir charme extra para a casa, esses móveis também podem ser úteis para acomodar com beleza livros, porta-retratos e outros objetos. Basta ser criativo e harmonizar os elementos. Inspire-se nessa seleção de estantes expostas na Casa Cor 2010 para organizar sua residência.

Não é preciso gastar muito para ter uma estante luxuosa na sala, como provam os arquitetos Ugo e Raul Di Pace no espaço Nova Era da Casa Cor 2010. O motivo? O móvel foi fabricado inteiramente com materiais simples e baratos, que refletem no baixo custo final. Trata-se de uma estante revestida de bambu e forrada com juta. “Nossa ideia foi trabalhar apenas com materiais sustentáveis”, afirma Di Pace, que faz questão de destacar que a parte de cima do móvel é destinada a guardar objetos de decoração, como esculturas, e a parte inferior é ideal para livros. No centro, há um amplo espaço para a televisão. A estante possui cerca de 2,3 x 6 m de comprimento e, segundo o arquiteto, pode ser um ótimo móvel para uma casa de campo ou para residências construídas em estilo colonial.

 

<

Foto: Marco Antônio

A arquiteta Clélia Regina Ângelo imaginou aquilo que todo habitante de cidade grande pensa ao chegar em casa: que sua residência é um refúgio seguro contra o caos urbano. E nesse ambiente com o título de Saleta Íntima os móveis devem ser práticos. Essa é, portanto, a função da estante projetada pela arquiteta. O móvel foi projetado na cor branca. Segundo Clélia, os tons neutros foram mesclados com cores que remetem ao bem-estar, para reforçar a sensação de abrigo da casa. A arquiteta também buscou uma forma de criar uma estante prática e funcional, com vários nichos utilizados para guardar livros, pastas e outros objetos de uso geral, deixando um amplo espaço na lateral para uma televisão de LCD.



Moderno e cool,
o Loft do Artista, projeto do designer de interiores Francisco Cálio para a Casa Cor 2010, privilegia total mobilidade, conforto e bem-estar na homenagem ao artista plástico Marco Magalhães. Transpassando a área destinada à garagem, a estante Brasília (5 x 0,35 x 3,20 m), de MDF laqueado branco, em forma de gráficos superpostos, domina a parede e confere um visual inusitado ao espaço. Uma prateleira superior na cor amarela cria um ponto de contraste. Nos nichos irregulares, livros e adornos se acomodam sob o comando da gravidade, enquanto os vãos maiores emolduram obras do artista.

 

 

 

<

Foto: Ricardo Breda



A estante projetada
pela arquiteta Simone Goltcher ocupa toda a parede do ambiente Loft do Jogador de Polo da Casa Cor 2010, inspirado no empresário e jogador de pólo Rico Mansur, e abriga uma série de objetos que remetem às corridas de cavalos. Leds nas prateleiras e na parte alta fazem a luz clara contrastar com as cores escuras da madeira.



Sustentabilidade foi a inspiração da arquiteta Débora Aguiar na concepção desse projeto. “A ideia central foi criar um móvel que unisse tecnologia e natureza, o que resultou em uma peça de mobiliário diferente e bastante vistosa”, afirma. A estante compõe o living do ambiente Casa de Campo, exibido na Casa Cor 2010. Com pórticos da Ornare e acabamento em laca, a peça fica ainda mais elegante com a iluminação amarela, que contrasta com os tons da parede e da própria estante. Segundo Débora, o móvel foi inspirado em casais apaixonados que, aos poucos, mobiliam a casa, criando um ninho.

 

 

Foto: Rômulo Fialdini

 

<

Foto: Marco Antônio

Uma estante moderna, projetada em formas retangulares, porém, não lineares. Esse foi o conceito utilizado pela HAZ Design na criação desse móvel, que se destacou no Stúdio do Designer da Casa Cor 2010. Um dos principais atrativos desse projeto, apresentado pelos arquitetos Saulo Szabó e Fernando Oliveira, a estante chama a atenção sobretudo pela iluminação, em que LEDs criam um efeito cenográfico nos espaços vazios, com uma nuance azul esverdeada. A luz pode ser útil, inclusive, para realçar detalhes dos objetos ali colocados. Oliveira e Szabó também destacam o material utilizado na fabricação do móvel: na estrutura de gesso, caixas de acrílico dão leveza ao móvel. “Este material quebra a forma rígida que normalmente caracteriza as estantes”, explica Fernando.

 

<

Foto: Demian Golovaty

Quem gosta de decoração futurista vai se identificar com a estante projetada pela arquiteta Fernanda Marques. O móvel construído em aço não segue formas regulares e pode ser usado na sala, guardando livros ou objetos de decoração, ou mesmo na cozinha, onde poderia ser utilizado para abrigar copos, taças ou mesmo garrafas. O móvel integra a Casa Sustentável da Casa Cor 2010, mesclando a arte e o design contemporâneo, e tornou-se um dos principais atrativos da obra. “Optei por uma concepção mais invernal, com couros e peles, além de detalhes em prata, ouro e cobre, para aquecer o mobiliário”, explica. Instaladas em um ambiente com iluminação adequada, as formas triangulares criaram um interessante efeito de luz e sombra. O reflexo gerado pelo aço deixa o móvel com visual impactante.